Sexta-feira, 18 de Abril de 2008

Mosteiro da Batalha

O Mosteiro da Batalhasitua-se na Batalha, Portugal, e foi mandado construir por D. João I em agradecimento do auxílio divino e celebração da vitória na Batalha de Aljubarrota. Em 1388 já ali viviam os primeiros dominicanos.

A capela do Fundador, capela funerária, foi um pedido do próprio rei D. João I, o mesmo acontecendo com a rotunda funerária conhecida por Capelas Imperfeitas, da iniciativa do rei D. Duarte.

O claustro menor é da iniciativa de D. Afonso V, uma vez que D. João não mostrou qualquer interesse nesta obra. D. Manuel foi dos últimos reis a mandar construir alguma divisão, mas somente até 1516-1517, ou seja, até à sua decisão em favorecer decididamente o nome de Mosteiro dos Jerónimos.

O Mosteiro foi restaurado no Século XIX, sob a direcção de Luís Mouzinho de Albuquerque. Neste restauro, o Mosteiro sofreu diversas transformações, designadamente pela destruição de dois claustros, junto das Capelas Imperfeitas procurando tornar o Mosteiro num símbolo glorioso da Dinastia de Avis e, sobretudo, da sua primeira geração (a dita Ínclita Geração de Camões). É nesta altura que se funda a Capela do Fundador e a vulgarização do termo Mosteiro da Batalha em detrimento de Santa Maria da Vitória, numa tentativa de acabar em definitivo as designações que lembrassem o passado religioso do edifício.

publicado por Mary às 18:30
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De amatematica9a a 14 de Maio de 2008 às 18:48
este mosteiro e muito bonito tem uma panoramica muito agradavel alias tive o privilegio de o visitar o ano passado foi muito interessante ver as suas divisoes.mas o que me fascinou mesmo foi a igreja o seu cheiro era mesmo de igraja e muito intenso.
parabens pelo blog ta muito completo e muito interessante e um instrumento muito util...continuem as postagens..

Comentar post

.pesquisar

 

.Maio 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
13
14
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Época Medieval

. Poesia trovadoresca

. Historiografia

. Época Clássica

. Poesia épica

. Teatro

. Prosa religiosa barroca

. Época Romântica

. O romance histórico

. A prosa realista e a Gera...

.arquivos

. Maio 2008

. Abril 2008

.mais sobre mim

blogs SAPO

.subscrever feeds